Celeiros da Dança


 

Celeiros da Dança

Este maravilhoso grupo de Músicos  -responsáveis acima de tudo- no exercício da prazerosa função, permitia uma série de formações.  Estas formações possíveis eram alternativas entre tantas formações que incluíam profissionais -todos-,  entre os anos da década de 80; o ápice da “Era Reis do Mambo” em São Paulo.

É  fato, que estes relatos todos; bem como a existência de pessoas, grupos musicais, e locais dançantes, sofreram alterações ao decorrer, de um período basicamente compreendido entre os anos de 1960 a 2000, o que sem dúvidas envolve a variação de  um grande contingente de profissionais da música e outros, profissionais periféricos em outras funções, e ainda muitos outros estabelecimentos que fecharam, surgiram ou ressurgiam com o passar dos dias.

Entre os mais frequentados e disputados estabelecimentos de dança destes anos, destacaram-se;    ‘Club Homs’ na Avenida Paulista – ‘Casa de Portugal’ na Avenida Liberdade –  ‘Avenida Danças“ Celeiro dos Bambas na Avenida Ipiranga;  bulevard dos tradicionais hotéis da cidade de São Paulo,e também na mesma Avenida o Chuá Danças, ‘A Villa Samba’ , O ‘Barracão de Zinco’, e o  ‘Moema Samba’; estes no  Bairro de Moema, ‘Sandália de Prata’; no Bairro de Pinheiros, ‘Patropi’ no Bairro Paraiso – ‘Casa do MInho’ no Parí, ‘Clube Piratininga’ na Santa Cecília,  ‘Clube Vila Maria’ no Bairro de mesmo nome – ‘Casa do Sargento’ no Cambucí –  ‘Clube Atlético  Ipiranga’ no Ipiranga – ‘Clube Independência’  no Brás, Badaró na Rua 24 de maio, ‘A gruta’, ‘Catedral do Samba’, ‘Jogral’ e ‘Teléco-Téco’ todos  no Bairro da Bela Vista, o “Tradicional Bixiga”, Elite na R. Florêncio de Abreu, ‘Garitão’  na Barra Funda, ‘Paulistano da Glória’ no Bairro da Liberdade, ‘Arakan Clube’ no Bairro do Aeroporto,  ‘Urso Branco’ na Av. São Gabriel,  ‘Som de Cristal’ na Vila Buarque, O ‘Clube Transatlântico’, na Avenida Ipiranga, Centro de São Paulo, ‘Cartola Club’ na Avenida Brigadeiro Luiz Antonio, quase de esquina com a Av. Paulista.  Ainda; Babareu, Elite e Dinhos, tradicionais Clubes de Dança de São Caetano do Sul.

Nas Esquinas da Cidade:  O Oba Oba; na Avenida Paulista, O Beco; na Rua Bela Cintra/ Palladium/ Olimpia/  Gallery / Regines / Oasis / Star Dust / La Li Corne / Hullabaloo / Papagaio / Hippopotamus / Michelle / Galo de Ouro/ Lancaster / Belamy /Oásis / Kilt / La Vie em Rose / Banana Banana / Club de Paris / Vagão Plaza / Love Story / Moustache , as principais e mais bem frequentadas Boates e Casas de Shows da Cidade.

 

Reis do Mambo

Ler mais:

Reis do MamboProtagonistas da FestaCeleiros da DançaA Música

Related posts

Leave a Comment